Marca rompe parceria com Lea Michele após acusação de racismo

Por Victoria Matsumoto
2/06/2020

A morte de George Floyd foi a gota d’água para que muitos artistas se pronunciassem sobre o racismo e usassem suas redes sociais para cobrarem mudanças. Lea Michele, a eterna Rachel de “Glee”, foi uma atrizes a se posicionar no Twitter.

Na última sexta-feira (29), ela publicou: “George Floyd não merecia isso. Isso não foi um incidente isolado e precisa acabar”, adicionando a hashtag #VidasNegrasImportam. Mas o post fez Samantha Marie Ware, sua ex-colega de elenco de “Glee”, que interpretou Jane Hayward, expor a atriz.

“Estou rindo. Lembra quando você fez meu primeiro trabalho na televisão um verdadeiro inferno? Porque eu nunca vou esquecer. Acredito que você tenha dito para todo mundo que se tivesse a oportunidade cagaria na minha peruca! Entre outras microagressões traumáticas que me fizeram questionar uma carreira em Hollywood”, desabafou Ware em resposta ao tweet.

Michele não comentou sobre o caso.

Contudo, uma marca de delivery de comidas que a atriz promove no Instagram afirmou nesta terça-feira (2), no Twitter, que optou por finalizar a parceria com ela.

“A HelloFresh não compactua com racismo ou qualquer tipo de discriminação. Estamos tristes e decepcionados ao saber das recentes denúncias referentes a Lea Michele. Levamos este assunto a sério e finalizamos nossa parceria com Lea Michele imediatamente”, escreveram.

A acusação de Ware foi fortalecida por outros artistas negros que trabalharam em “Glee”, como Amber Riley, a Mercedes. Ela não se referiu ao caso explicitamente, mas após o tweet da colega, publicou uma série de gifs que pareciam indiretas à interprete de Rachel. Os fãs pediram para ela expor as histórias dos bastidores.

Alex Newell, que interpretou Unique, compartilhou o tweet e escreveu: “pegue ela”.

A ator endossou seu apoio a Ware dizendo: “quando meus amigos passam por uma experiência traumática, eu também passo… Amizade é isso… E se vocês não entendem, então são parte do problema… Ponto final! E me refiro aos dos lados da moeda”.

Dabier Snell, ator convidado da série, também dividiu uma de suas experiências com Michele nos bastidores da série: “garota, você nem me deixava sentar na mesma mesa que os outros artistas do elenco porque eu ‘não pertencia ali’. Vai se f**er, Lea”.

Outra acusação foi de Jeanté Godlock, de “DayBreak”. Segundo a atriz, Michele costumava se referir aos figurantes como “baratas”.

Yvette Nicole Brown, famosa por dar vida a Shirley Bennett em “Community”, foi outra estrela a comentar no post de Ware: “senti cada uma dessas letras em maiúsculo”. Melissa Benoist (“Supergirl”) curtiu a denúncia da atriz e Abigail Breslin (“Scream Queens”) favoritou outro tweet que dizia “nem todos concordam que tinha algo estranho sobre a Lea Michele… Onde vocês estavam? Eu digo isso há anos? Achei que estivesse só”. As três artistas já trabalharam com Lea Michele.

você tem que ler

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *