Nos EUA, policial tem parada cardíaca e é salvo por três detentos

Por Victoria Matsumoto
29/07/2020

Da esquerda para a direita: Terry Lovelace, Walter Whitehead e Mitchell Smalls

Três detentos da Penitenciária do Condado de Gwinnett, no estado norte-americano da Geórgia, estão sendo louvados após salvarem a vida de um policial. O oficial Warren Hobbs teve uma parada cardíaca e conseguiu ajuda graças às rápidas ações de Terry Lovelace, Walter Whitehead e Mitchell Smalls.

Os homens relataram ao canal ao canal Fox 5 que Hobbs já não parecia bem durante um dos procedimentos de segurança. Ao se sentar, ele deitou na cadeira e começou a fazer barulhos estranho. A princípio, Smalls achou que o policial estivesse com sono. Até ele cair no chão e sua cabeça começar a sangrar em decorrência da batida.

“Eu comecei a gritar e bater na porta para alertar a todos”, contou Smalls.

Os mais de 60 presos da unidade acompanharam o rapaz e, segundo o noticiário, foi o forte barulho que possivelmente fez Hobbs retomar a consciência.

Warren Hobbs/Reprodução/Fox 5

Um porta-voz da penitenciária afirmou que o policial se lembra apenas de um forte barulho, como batidas de uma bateria, e pessoas gritando “policial Hobbs”.

Terry Lovelace é um dos detentos que ajudou no salvamento. Em seu relato, ele diz que Hobbs parecia não se dar conta que tinha perdido a consciência e, ao ouvir os gritos, achou que um dos presos estivesse passando mal e tentou se reerguer. Foi nesta hora que fez contato visual com Lovelace e acabou abrindo a cela do rapaz.

Reprodução/Fox 5

Lovelace e seu companheiro, Walter Whitehead, desceram as escadas correndo para auxiliar o guarda e utilizaram seu rádio para pedir auxílio, que chegou em segundos.

Reprodução/Fox 5

Para os três, não se tratava de detentos ajudando um policial, mas sim uma pessoa auxiliando a outra.

“Me assustou. Não ligo que seja um policial, ou quem quer que seja. Farei o que for possível para salvar uma pessoa. Eu não quero que ninguém morra”, ressaltou Whitehead.

Hobbs está sendo medicado em casa e passa bem.

Segundo o site Daily Mail, Smalls cumpre pena por posse de drogas e agressão, enquanto Whitehead e Lovelace foram condenados por posse de drogas.

“Esses detentos não tinham nenhuma obrigação de prestar socorro a um oficial vulnerável e sangrando, mas eles não hesitaram. Muitas pessoas têm opiniões fortes sobre agentes da lei e criminosos, mas esse incidente mostra a bondade que pode ser encontrada em ambos”, comentou a polícia local em nota.

você tem que ler

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *