Aluno de engenharia escreve carta às colegas e viraliza: “não somos iguais”

Por Aline Lacerda
12/02/2020

O norte-americano Jared Mauldin, aluno do curso de Engenharia Mecânica da Eastern Washington University, escreveu uma carta publicada no jornal da universidade dizendo que ele e as meninas da sua classe “não são iguais”.

“Por mais que minha intenção em qualquer interação seja tratá-las como iguais, tenho que dizer que vocês e eu somos diferentes. Claro que estamos no mesmo curso, vocês terão as mesmas notas que eu, mas será que isso nos torna semelhantes?”, começou.

O texto se tornou viral nas redes sociais pela maneira clara que o universitário narra as diferenças entre sua educação e os prováveis obstáculos que as colegas tiveram que passar para chegar até ali.

“Eu não cresci, por exemplo, em um mundo que me desencorajou a gostar de ciências. Não tive que viver em uma sociedade que me dizia pra não me sujar ou não exibir minha liderança. Na escola, nunca tive que me preocupar em ser rejeitado por causa dos meus interesses. Eu não fui bombardeado com mensagens de como eu devia me comportar, de que devia evitar certas atividades porque eram muito difíceis ou masculinas. Nunca um professor me olhou torto na aula de matemática pensando que eu não havia conseguido fazer a lição por conta do meu gênero”, continuou.

Jared termina o texto pontuando ainda a diferença enorme no mercado de trabalho de engenharia e diversas outras áreas entre homens e mulheres.

“Eu nunca vou me perguntar se fui contratado por merecimento ou para preencher espaço de inclusão das empresas. Quando eu tiver sucesso, ninguém nunca vai pensar que foi porque não mereci. Todos vão assumir que foi apenas fruto do meu esforço. Então, eu e vocês não somos iguais. Vocês já conquistaram muito mais nesta área do que eu jamais vou conseguir”, concluiu.

Os piores estereótipos sobre o feminismo:

Fechar X

você tem que ler

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *